www.semprevasco.com

Notícias

Nos 6 jogos em que Milton Mendes comandou a equipe, Vasco sofreu gol em apenas 1

Mesmo com rotação de jogadores na zaga, treinador acertou a defesa

17/04/2017 - 02h43m


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Quando Milton Mendes chegou ao Vasco, sua missão era de um bombeiro. Em uma crise após eliminações na Florida Cup, Taça Guanabara e Copa do Brasil, a torcida vascaína não conseguia nem mais ouvir o nome de Cristóvão Borges sem entrar em ataque de fúria. E era claro, evidente que o time taticamente, o que influencia tecnicamente, estava muito longe do ideal. A gota d'água foi ser eliminado pelo Vitória, ainda na 3ª fase da Copa do Brasil.

A estreia aconteceu na 3ª rodada da Taça Rio, contra o Madureira em São Januário, e logo foi visto mudanças na simples vitória de 1 a 0. Time obediente taticamente, com jogadas ensaiadas, marcação pressão e subidas rápidas para o ataque. E se o ataque ainda está longe de ser o que o torcedor espera, a defesa parece ter tido uma solução.

Nas 6 partidas em que o treinador comandou a equipe, o Vasco sofreu gol em apenas uma delas, e em um jogo completamente atípico. No duelo entre Vasco 2x2 Flamengo, o Vasco estava vencendo por 1 a 0 até o início do segundo tempo, quando Luis Fabiano foi expulso. E com um a menos e ainda tentando assimilar a expulsão, após o caso da simulação do árbitro na ocasião, o Almirante sofreu a virada, e mesmo com inferioridade numérica em campo, ainda conseguiu buscar o empate.

Nos outros 5 duelos, a defesa vascaína passou zerada, sem sofrer gols contra Madureira, Boavista, Nova Iguaçu, Flamengo (semifinal) e Botafogo. Mas se engana quem achou que foi fácil. Nos jogos contra o Madureira e Flamengo, jogaram Rafael Marques e Jomar, a dupla reserva que substituia os machucados Rodrigo e Luan. Contra o Boavista a situação ficou ainda pior, Jomar estava suspenso e sem mais zagueiros no elenco inscrito para o Carioca, o treinador teve que improvisar o contestado Julio dos Santos, que se saiu muito bem. A partir do duelo contra o Nova Iguaçu, Milton contou com o retorno do titular Rodrigo, e Rafael Marques foi "oficializado" titular, com  a saída de Luan para o Palmeiras. Desde então enfretaram também Flamengo e Botafogo sem sofrer gols.

Apesar de aparentemente a zaga estar ajeitada, o Vasco já busca um novo zagueiro para compor o elenco e quem sabe já chegar como titular para cobrir a saída de Luan. Visando o Brasileirão, nomes como o de Anderson Martins, que está no Catar, e de Paulão, do Internacional, estão sendo especulados.
 


Tags relacionadas: milton mendes, defesa, rodrigo, rafael marques, luan, jomar, julio dos santos
Por Raphael Caminha - caminharaphael@gmail.com , Polidesporto Vascaíno - SempreVasco.com


Voltar para o PoliVasco