www.semprevasco.com

Social

Ser Sócio


Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

_______________________________________________

Porque ser sócio?

Ser sócio do Vasco é obrigação de todo vascaíno consciente e que tenha condições financeiras para tal. É a maneira mais eficiente de ajudar o clube, de mostrar a força do Vasco e de influir no seu futuro. E, principalmente: porque o Vasco merece um quadro social do tamanho de sua grandeza.


Faça sua parte!

Se cada vascaíno fizesse sua parte não precisaríamos de patrocínio, nem de cotas de televisão. O Vasco se tornaria independente de qualquer fonte de renda que não viesse de seus próprios torcedores. Isso é utopia. Mas chegar a um número razoável de sócios, não.

Somos, pelo menos, pouco mais de uma dezena de milhão de torcedores. Se 5% de nós nos assocíássemos, teríamos só com receita de quadro social, o maior patrocínio do Brasil. Alguns clubes insignificantes perto do Vasco já chegaram a números expressivos de sócios. Porque não o Vasco?

Ser sócio é uma doação financeira. Milhões de vascaínos já se doam ao clube de outras formas. Deixam de fazer algo importante na sua vida pessoal para verem um jogo na televisão, indo aos estádios, enfrentando chuva, violência e o cansaço para apoiar o time. A associação é mais uma forma de doação, a mais efetiva, a maneira mais rápida de mudarmos a nossa realidade.

Não adianta reclamar de dirigente ou do time se você mesmo não faz a sua parte. Sua cobrança cairá no vazio. O dirigente, ou a chapa vencedora da eleição, nada mais é do que o(s) representante(s) da maioria de sócios que o elege. Sendo sócio o vascaíno pode de maneira concreta mudar o destino do Vasco. Somente sendo sócio do Vasco o torcedor pode exercer sua vascainidade. É a única maneira do torcedor mudar a realidade do Vasco para melhor, de fazer alguma coisa eficaz, de passar da reclamação para a realização.


O que a torcida do Vasco mobilizada pode fazer?


A mobilização participativa da torcida do Vasco já deu provas da sua importância na história do clube. O que foi a construção de São Januário se não a união dos vascaínos, do mais humilde ao mais abastado, em prol de um objetivo comum? Se não houvesse essa mobilização de vascaínos talvez estaríamos hoje na mesma situação degradante dos outros clubes cariocas, com estádios decadentes ou alugados.

Podemos dizer com orgulho que temos um estádio devido a um grupo de pessoas que fez algo fantástico e fora da realidade para a época. Se a torcida do Vasco fez isso no passado, porque não agora? Os vascaínos dos anos 20 fizeram sua parte e construíram o impossível para que hoje possamos usufruir de sua obra. O que a torcida do Vasco de hoje relegará para as gerações futuras?

Não pergunte o que o Vasco pode fazer por você, pergunte o que você pode fazer pelo Vasco.

O Vasco não é um clube de vantagens, a motivação para se tornar sócio do Vasco tem que ir além do benéfico de ganhar descontos em produtos e serviços. O programa de fidelidade do vascaíno é o amor que ele tem pelo clube.

Uma das características da torcida do Vasco é a sua distribuição no território nacional, sendo assim o torcedor do Amazonas ou do Rio Grande do Sul dificilmente poderá ir às sedes do Vasco, votar na eleição ou ir à social nos jogos, benefícios do sócio que mora próximo as instalações do clube.

Isso não pode servir como desculpa para não se associar, porque mesmo não tendo vantagem alguma, que não seja a sensação de contribuir com o clube, o torcedor que mora em outro estado mesmo assim é sócio. Isto é uma prova de amor ao Vasco.


Não basta torcer, tem que participar!


Uma torcida participativa é fundamental para o Vasco. De que adiantam dezenas de milhões de torcedores se estes não se mobilizarem para ajudar ao clube? Se torna uma coisa inócua, sem sentido. Mais valem 1000 mobilizados a 10.000 alienados. Essa frase resume bem a questão da qualidade da torcida.

Não é importante que a torcida do Vasco seja a maior do Brasil, o importante é que a torcida do Vasco seja a mais participativa do país. Comprar camisa, apoiar o Vasco nos estádios do Brasil, o defender na mesa do bar é importante, a diferença disso para ser sócio é que ser sócio é fundamental. É o básico. É a garantia de uma renda mensal que tornará o Vasco capaz de fazer grandes times. E isso só depende do torcedor vascaíno, o poder de tornar o Vasco cada vez mais forte está nas nossas mãos.